+
I'm sorry ...
I'm not what you wanted +
Ana, 16 São Paulo

Ele não te merece, então esquece e segue a vida. Não perde a pose linda, ergue essa cabeça, não chora pra que não pareça que ele ainda mereça. Se veste bem, pra que ele veja bem tudo que era só dele, mas agora criança vai ficar sem.
Que medo é esse de te perder?

Não é porque seus sonhos ainda não se realizaram que você deva parar de sonhar.(RE)

eu tenho ciumes até do ar que você respira véi
Me sinto um lixo quando te deixo mal.

Só quando olhei para o relógio foi quando percebi que já se passavam de uma da manhã, a madrugada silenciosamente invadia meu quarto e me trazia algumas lembranças que eu não gostaria de ter, não naquele momento. - Droga! – murmurei.
Em minhas mãos encontravam-se lápis e uma folha em branco, “louca” para ser rabiscada. Sentia que precisava desabar ali, mas nada vinha em mente. Já usei tantas palavras para tentar decifrar tudo que se passa aqui dentro. Minhas ideias por esses dias vieram a se esgotar. Nada mais que prestasse vinha a minha mente, queria ao menos que minha criatividade retornasse. E, veja, cá estou eu novamente gastando palavras com textos totalmente inúteis e sem sentido. Sentimentos demais em algumas linhas de uma mera pessoa na flor de sua juventude nunca sai bem como pedem por aí, é fato. Mas não sei como começar. Poderia escrever algo sobre mim, do quanto as pessoas só conseguem ver os meu defeitos ou quem sabe escrever sobre uma saudade reprimida mas, se já se foi porque se lamentar?(…) Poderia escrever uma carta, melhor não. O que poderia escrever? Talvez possa escrever sobre o amor, todo mundo escreve mesmo e um textinho a mais não fará diferença. Por isso seja um assunto tão clichê. Mas o problema é esse mesmo, eu sou clichê. Sabe aquelas histórinhas de sair gritando que a gente ver por aí que você ama a pessoa, que se sente capaz de sair gritando seus sentimentos e exibindo para todo mundo o quanto feliz você está, e que você finalmente tem um motivo pra sorrir e viver? É, eu sempre achei que isso fosse a coisa mais monótoma e chata do mundo, até sentir essadetonação que vem de dentro pra fora, algo meio absurdo e incontrolável, querer expor esse sentimento que sinto para todo mundo o quanto me sinto bem. Também achei que não iria amar, achei que não seria amado, achei que tudo tinha um limite, até conhecer a quem nas noites sempre rouba meus sonhos, meu sono e agora eu entendo, como as pessoas se sentem quando estão felizes, quando tem saudades, quando sentem algo verdadeiro e o real motivo de tanto clichê que se ver por aí. 


-Ana (bipolar-suicida)

"Nesse momento parece que as letras das musicas querem somente gritar o quanto eu errei, todas reclamando a falta de alguém. Aquele foi um dos momentos mais duros que enfrentei até agora, por que pior do que ser abandonada, é ter que abandonar algo que voce ama. Eu queria que um dia voce lesse isso e apenas entendesse que a única coisa que peço é que me perdoe,me perdoe por ter me esquecido de quem eu era, apenas me perdi dentro de voce. Minha punição foi olhar nos teus olhos e ver voce segurando as lágrimas por conta de minhas atitudes mal pensadas. Mas fique sabendo que voce fez diferença em minha vida, me mostrou que dá para ser forte, me mostrou que há outras formas de aliviar a dor, me deu força quando eu mais precisei,de verdade, voce me segurou quando eu estava prestes a cair de um precipicio. Talvez não entenda, mas foi a porta aberta que eu precisava para encontrar meu caminho. Dói muito quando lembro de tudo que me disse, mas tem coisas na vida nós temos que sacrificar. Foi injusto, por que voce me deu o que e precisava, mas eu te dei uma decepção em troca. Mas o tempo vai passar, um dia talvez vejamos algum sentido nisso tudo,mas por enquanto o que tenho a dizer é: Muito obrigada meu caro amigo por me ter dado o apoio que eu precisei, mesmo que eu não possa te recompensar, alguém irá e um dia voce esquecerá de tudo isso."
— Ana (bipolar-suicida)
"Não é uma foto da dash,nem um theme, e nem uma URL e musicas que diz o conteúdo que tem no meu tumblr, a Url pode ter um significado para mim, e se você não gosta eu entendo só não critique, as músicas é de acordo com o meu estilo, o que eu gosto de ouvir, mais sim, os meus textos é importante, tem todo os meus sentimentos o que sinto e quero! Se entrar no meu tumblr, fique a vontade revire tudo,mais saiba que para criticar você tem que conhece-lo muito bem."
— Ana (bipolar-suicida)